Julie Plec fala sobre o último episódio do ano!


O que é uma festa em Mystic Falls sem um pouco de sangue, destruição e morte?
No último episódio de Vampire Diaries no ano, o diabólico Klaus atacou novamente, desta vez, destruindo o exército de híbridos de Tyler, mas mais importante, matando a sua mãe. “Klaus é um sobrevivente, quando você o trai, você é nocauteado,” Julie Plec disse a TVGuide.com. “Quando ele sente-se pressionado contra a parede ou maltratado ou abusado ele ataca da forma mais dramática possível.”
Confire mais :
Quais são as maiores consequências da morte de Carol Lockwood?
Julie Plec:
A primeira repercussão é que a cidade está sem um prefeito. Quando nós retornarmos, nós vamos conhecer o homem que foi escolhido para ser o prefeito interino de Mystic Falls, Rudy Hopkins, que vamos conhecer rapidamente, por ser o pai de Bonnie. Ele vem preenchendo lacunas do que ele sabia ou não ao longo dos anos e agora eles está interpretando ambos papeis, o de prefeito preocupado com a cidade e de pai preocupado com a sua filha.
Como Bonnie vai reagir com ele vindo para a cidade?
Plec:
Como qualquer adolescente lidaria com uma pai voltando para a sua vida e tentando mandar em você.
Tyler estará ferrado agora desde que Klaus descobriu que ele estava tentando matá-lo?
Plec:
Tyler foi definitivamente marcado por Klaus, e isso é algo que nós vamos brincar ao longo dos próximos episódios – as repercussões da ação de Tyler contra Klaus.
Por um minuto eu pensei que Klaus não conseguiria ser tão cruel e que ele não queria ser.
Plec:
O que sempre definiu Klaus e como ele age e as coisas que ele faz são três coisas. Nº1: Ele é um sobrevivente, quando você o trai, você é nocauteado. Nº2: Poder, que se origina da sua educação instável e da sua infância onde mesmo os seus pais o queriam morto. Nº3: Ele era um cara que francamente não era amado pelos pais e se odeia por ainda querer a vida onde ele possa confiar e amar as pessoas. Você vê relapsos disso em como ele lida com Caroline e como ele lida com seus irmãos, mas assim como nós temos visto quando ele se sente contra a parede ou maltratado ou abusado ele ataca da maneira mais dramática possível.
Como está a cabeça de Stefan quando a série retornar?
Plec:
Quando nós voltarmos, ele não vai estar lidando muito bem com as coisas, e no episódio de volta, as coisas ficam mais complicadas, por assim dizer. Ele tem muito com o que lidar emocionalmente e ele tem muitas decisões para fazer sobre como ele vai lidar com o que ele sente, terrivelmente traído pelo seu irmão, um profundo desapontamento e a perda da sua garota.
Damon mandou Elena deixá-lo, então a ligação de sangue acabou?
Plec:
Não é que ela perdeu a sua ligação, é que ele usou isso para dizer pra ela se afastar, então se você não está por perto você não pode exatamente estar ligado a ele. No próximo episódio, nós vamos ver como é a vida para ambos quando eles estão separados, e como é difícil para cada um deles, e quão forte é a decisão deles de ficarem separados.
O ódio de Jeremy para com Elena realmente acabou?
Plec:
Não é de fato que acabou. É apenas mais fácil para ele. Eles se reconectaram emocionalmente e ele descobriu mecanismos que ele pode usar. Vai permiti-los ficarem juntos como irmão e irmã e tentar lutar contra isso.
Isso significa que teremos mais cenas de Jeremy mostrando seus músculos?
Plec:
Elas apenas começaram.
O que nós vamos aprender sobre Shane e Silas nos próximos episódios?
Plec:
Quando nós retornarmos vão ter uns cinco episódios que é o nosso capítulo sobre Silas e traz tudo a tona e quanto isso é preocupante.
Poderia Silas ser o novo grande vilão da série?
Plec:
Ele é definitivamente alguém que vai representar muito medo e tensão ao longo do resto da temporada.
Olhando para a primeira parte da 4 temporada, qual tem sido a sua história favorita?
Plec:
Eu gostei de ter sido capaz de levar o personagem de Damon para um próximo nível. Esse é um cara que depois de não ter sido escolhido meio que disse, “Dane-se. Eu sou o que eu sou,” e então veio a descoberta de que Elena ama ele pelo o que ele é sem ele tentar ser uma pessoa diferente. O alívio que veio junto a isso e a beleza tão pouco vivida quando ele percebeu que não poderia ter 100% de certeza de que era real. É realmente bom para esse personagem que tem sido rejeitado tantas vezes, sentir essa felicidade, mas nós vamos ver se é uma felicidade infalível, se é real e pode permanecer real.
Fonte:  Equipe ISF

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s